principal

Que ideia, Paulicéia!

Por  Larissa Perez

Na seção Que ideia, Paulicéia! trazemos uma agenda cultural com dicas de exposições, mostras, peças, festivais e o que mais estiver rolando, para curtir o que São Paulo oferece gratuitamente ou a preços democráticos.

 

19 a 31 de maio

 

Especial

Foto: divulgação

Virada Cultural 2017

Ela chegou! A 13ª  Virada Cultural tá com uma programação bem legal e diversa, mas apresenta algumas mudanças em relação às outras edições. As principais atrações foram tiradas do centro da cidade e organizadas em palcos mais afastados.

Palcos descentralizados

O sambódromo do Anhembi recebe, entre outras atrações, os shows de Daniela Mercury e Olodum, e Chácara do Jockey tem como destaques as apresentações de Nando Reis, Liniker e os Caramelows e Dona Onete. Esses palcos, assim como os que vão ser montados no parque do Carmo, na praça Campo Limpo e no autódromo de Interlagos, não contarão com uma programação 24h.

Virada no Centro

Só se estende noite adentro a programação do centro da cidade, onde vão rolar espetáculos musicais- como “Gota D’Água- A Seco”, com músicas de Chico Buarque e “Alegria, Alegria” que homenageia os 50 anos da tropicália e conta com a presença de Zélia Duncan-; tributos a grandes artistas, como David Bowie, Cássia Eller e Tim Maia; cortejos -que com as participações do grupo Molejo, da Banda Uó, de ninguém menos que a musa dos memes, Gretchen, entre outros artistas, desfilarão em clima de carnaval-; uma programação dedicada à cultura oriental; espaços dedicados ao rock, ao forró, ao samba, ao hip hop e à música instrumental; entre outras atrações que a gente só descobre se aventurando pela Virada!

Várias apresentações também ocupam o Theatro Municipal, como a Bateria da Vai-Vai, o Balé da Cidade e a Orquestra Sinfônica Municipal. Além disso, no Municipal serão distribuídos, das 10h às 16h, ingressos gratuitos para peças que estão rolando em vários teatros da cidade. Entre essas produções vale destacar “Palhaços”, que discute as dificuldades de se viver da arte; “A alma Imoral”, monólogo que está há mais de 10 anos em cartaz; “Constelações”, com Marília Gabriela no elenco, e a produção musical Roque Santeiro.

Mais lugares

A Virada ainda toma conta dos CEUs, centros culturais, bibliotecas municipais, casas de cultura e até mesmo de parceiros do evento como os Sescs (incluindo o CineSesc) e a Unibes Cultural, que organizaram as suas programações especialmente para o fim de semana.

Deslocamento

Segundo o site da Virada, a SPTrans montou um esquema especial para facilitar o acesso à programação. Veja aqui quais linhas vão estar funcionando durante o evento.

Quando? Dias 20 e 21. Confira a programação completa e os horários no site oficial

Quanto? Grátis

Cine

 

Mostra Cinema Mexicano Contemporâneo no Caixa Belas Artes

A produção mexicana ocupa o Cine Belas, trazendo filmes aclamados, mas que não entraram no circuito comercial brasileiro. Na estréia vai rolar um bate papo com o diretor Pablo Delgado, diretor de “As Lágrimas”, obra que está na programação da mostra. O evento também oferece um minicurso gratuito sobre o cinema mexicano, lá na Caixa Cultural São Paulo.

Quando? 18 a 31/05. Programação completa e horários aqui

Quanto? R$ 5 a meia e R$ 10 a inteira. O passaporte para todos os dias sai por R$ 30

Onde? Cine Caixa Belas Artes. Rua da Consolação, 2423; Caixa Cultural. Praça da Sé, 111

Exposições

 

Foto: divulgaçãoenal Naifs do Brasil “Todo Mundo É, Exceto Quem Não É” no Sesc Belenzinho

A 13ª Bienal Naifs do Brasil, que até então era realizada apenas em Piracicaba, chega a São Paulo. Uma das principais mostras de arte popular do país, ela traz 185 obras nas mais variadas técnicas e suportes, como xilogravuras, pinturas e instalações.

Quando? De terça a sábado, das 10h às 21h. Domingos das 10h às 19h30. Até 02/07.

Quanto? Grátis

Onde? Sesc Belenzinho. Rua Padre Adelino, 1000 Belenzinho

Bambu- Histórias de um Japão na Japan House

O recém inaugurado centro da cultura japonesa tem como proposta modernizar a imagem que temos do Japão, aliando a tradição milenar nipônica, que já conhecemos, ao lado mais contemporâneo do país, que é um grande produtor de tecnologia e  inovação. A ideia é trazer a riqueza da cultura japonesa através da gastronomia, de um variado acervo de livros e de diversos eventos, como shows, workshops, seminários temáticos e exposições. O primeiro projeto que o espaço sedia é a mostra Bambo- Histórias de um Japão, que evidencia a importância da planta para o povo nipônico. Vale destacar a instalação “Conexão 2017” do artista Chikuunsai IV Tanabe, com 5 mil tiras de bambu entrelaçadas, e a animação “O Conto da Princesa Kaguya”, que narra uma história milenar japonesa.

Quando?  De terça a sábado, das 10h às 20h. Domingos das 10h às 18h. Até 09/07

Quanto? Entrada gratuita

Onde? Japan House. Avenida Paulista, 52

Foto: divulgação


Cícero Dias – Um Percurso Poético no CCBB

Foto: divulgação

Depois de passar pelo CCBB de Brasília, a exposição traz para São Paulo mais de 120 obras do modernista Cícero Dias. A mostra contextualiza a história do artista pernambucano e evidencia a sua participação no circuito de arte europeu e a sua relação com importantes artistas, como Pablo Picasso, que foi fonte de inspiração para Dias.

Quando? De quarta a segunda das 09 às 21h. Até 03/07

Quanto? Grátis

Onde? Centro Cultural Banco do Brasil. Rua Álvares Penteado, 112 Centro

 

Comes e bebes

 

2ª edição da Vegan Week Brasil

Pelo segundo ano consecutivo, São Paulo recebe a Vegan Week. Os estabelecimentos parceiros, entre restaurantes, lanchonetes, cafés e bares de todas as regiões da cidade, fizeram uma seleção de quitutes deliciosos e 100% livres de sofrimento animal com até 40% de desconto. A edição ainda conta com palestras, workshops, e uma oficina de culinária vegana.

Quando?  Até 21/05. Programação e lista completa de estabelecimentos no site

Onde? Vários estabelecimentos, por todas as regiões da cidade

 

Últimos dias

Foto: divulgação

Avenida Paulista no MASP

Em comemoração aos 70 anos do MASP, o museu sedia uma exposição que homenageia o seu entorno e traz reflexões sobre um dos mais famosos cartões postais de São Paulo. Claro que falamos dela mesma, a Avenida Paulista. A mostra coletiva reúne 17 artistas contemporâneos, com trabalhos realizados especificamente para a exposição, e outros 40 artistas que já haviam retratado a avenida em trabalhos anteriores. Entre fotografias, registros de ações performáticas, pinturas, objetos, cartazes históricos e instalações, as obras destacam temas presentes no dia a dia da avenida e revelam as contradições, fricções e tensões que um icône de uma cidade complexa e desigual carrega.

Quando?  De terça a domingo, das 10h às 18h. Quintas das 10h às 20h. Até 28/05

Quanto? Entrada gratuita às terças. Outros dias dias R$ 15 a meia e R$ 30 a inteira

Onde? Museu de Arte de São Paulo. Avenida Paulista, 1578

Powered by WordPress. Designed by WooThemes